Biblioteca
 

Indicações de leituras*

* Versões disponíveis para fins didáticos

 

Arjun Appadurai. Disjunção e Diferença na Economia Cultural Global.

BALANCIERI, Renato et alli. A análise de redes de colaboração científica sob as novas tecnologias de informação e comunicação: um estudo na Plataforma Lattes. Florianópolis, Ciência da Informação, V. 34, n. 1, 2005. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/619/551>.

BEZERRA, Marcos Otávio. Corrupção: um estudo sobre poder político e relações pessoais no Brasil. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1995. (343.352(81) B574 Biblioteca Universitária Reitor Macedo Costa | 354.81 B574 Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas).

BONETTI, Alinne; FLEISCHER, Soraya (orgs). Entre saias justas e jogos de cintura. Florianópolis: Editora Mulheres, 2007.

BOURDIEU, Pierre. Esboço de uma teoria da prática. Disponível em <http://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/1891/osentidodahonra.pdf?sequence=1&isAllowed=y>.

BUFFON, Roseli. Encontrando uma tribo masculina de camadas médias. In: GROSSI, Miriam Pillar (org.). Trabalho de Campo e Subjetividade. Florianópolis, PPGAS, 1992. Disponível em: <http://www.miriamgrossi.cfh.prof.ufsc.br/pdf/Trabalho%20de%20Campo%20&%20Subjetividade.pdf>.

CARDOSO DE OLIVEIRA, Roberto. Os Diários e Suas Margens. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2002. (Introdução e Trechos de Viagem ao Território Terêna pp. 15-65). Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/Introdução-e-Trechos-de-Viagem-ao-Território-Terêna-pp.-15-65.pdf>.

CARDOSO DE OLIVEIRA, Roberto. Os (des)caminhos da identidade: etnicidade e multiculturalismo. In: ____. Caminhos da identidade: ensaios sobre etnicidade e multiculturalismo. São Paulo: Editora UNESP, 2006. Disponível em: <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/Os-des-caminhos-da-identidade-etnicidade-e-multiculturalismo..pdf>.

CLIFFORD, James. Sobre a autoridade etnográfica. In: _______. A experiência etnográfica: antropologia e literatura no século XX. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1998. Disponível em <http://www.ppga-ufpa.com.br/uploads/selecao/Clifford_2011%20cap%20e%20entrevista.pdf>.

COHEN, Joshua. Procedimento e Substância na Democracia Deliberativa.

DELEUZE, Gilles; PARNET, Claire. Diálogos. (Parte sobre “Políticas”).

DUMONT, Louis. Homo Hierarchicus: o sistema das castas e suas implicações (Introdução).

FERES JR, João; LYNCH, Christian Edward Cyril. Leis, legislação. In: SANSONE, Lívio; FURTADO, Cláudio Alves. Dicionário crítico das ciências sociais dos países de fala oficial portuguesa. Salvador: EDUFBA, 2014. Disponível em: <http://www.abant.org.br/file?id=1347>.

FREY, Klaus. POLÍTICAS PÚBLICAS: UM DEBATE CONCEITUAL E REFLEXÕES REFERENTES À PRÁTICA DA ANÁLISE DE POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL. PLANEJAMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS, No 21, JUN DE 2000. Disponível em: <http:// www.en.ipea.gov.br/ppp/index.php/PPP/article/viewFile/89/158>.

FOUCAULT, Michel. Entrevista. Rio de Janeiro, Revista Comum, v.1, n. 2, abr./jun., 1978. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/Foucault-Paulo-Entrevista-Revista-Comum.pdf>.

FREIRE, Paulo. Política e Educação. São Paulo: CORTEZ, 1997. Disponível em <http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/paulofreire/paulo_freire_politica_e_educacao.pdf>.

GOLDMAN, Marcio. Prólogo (Os tambores dos mortos e os tambores dos vivos) e Introdução (Antropologia da política e teoria etnográfica da democracia). In: _______. Como funciona a democracia: uma teoria etnográfica da política. Rio de Janeiro: 7Letras, 2006. Disponível em: <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/GOLDMAN-Marcio.-Prólogo.pdf>.

GROSSI, Miriam Pillar (org.). Trabalho de Campo e Subjetividade. Florianópolis, PPGAS, 1992. Disponível em: <http://www.miriamgrossi.cfh.prof.ufsc.br/pdf/Trabalho%20de%20Campo%20&%20Subjetividade.pdf>.

GROSSI, Miriam Pillar. Na busca do “outro” encontra-se a “si mesmo”. In: GROSSI, Miriam Pillar (org.). Trabalho de Campo e Subjetividade. Florianópolis, PPGAS, 1992. Disponível em: <http://www.miriamgrossi.cfh.prof.ufsc.br/pdf/Trabalho%20de%20Campo%20&%20Subjetividade.pdf>.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. (Introdução).

HÉRITIER, Françoise. O sal da vida: o que faz a vida valer a pena. Rio de Janeiro: Editora Valentina, 2013. <PARTE 1> <PARTE 2> <PARTE 3> <PARTE 4>

KULCSAR, Rosa. O Estágio Supervisionado como atividade integradora. In: PICONEZ, Stela (org.). A prática de ensino e o estágio supervisionado. Campinas: Papirus, 2012. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/O-Estágio-Supervisionado-como-atividade-integradora.pdf>.

LAGROU, Elsje Maria. Uma experiência visceral. In: GROSSI, Miriam Pillar (org.). Trabalho de Campo e Subjetividade. Florianópolis, PPGAS, 1992. Disponível em: <http://www.miriamgrossi.cfh.prof.ufsc.br/pdf/Trabalho%20de%20Campo%20&%20Subjetividade.pdf>.

LIMA, Antônio Carlos de Souza. O exercício da tutela sobre os povos indígenas: considerações para o entendimento das políticas indigenistas no Brasil Contemporâneo. Revista de Antropologia, USP, 2012, v.55, n. 2.

MACAMO, Elísio. Corrupção. In: SANSONE, Lívio; FURTADO, Cláudio Alves. Dicionário crítico das ciências sociais dos países de fala oficial portuguesa. Salvador: EDUFBA, 2014. Disponível em: <http://www.abant.org.br/file?id=1347>.

MACHADO, Lia Zanotta. Antropologia e Feminismo diante da Violência. In: _____. Feminismo em movimento. São Paulo: Francis, 2010. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/MACHADO-Lia-Zanotta.-Antropologia-e-Feminismo-diante-da-Violên.pdf>.

MOUFFE, Chantal. Feminismo, Cidadania e política democrática radical. Debate Feminista. Cidadania e Feminismo. Edição Especial em Português. São Paulo/México: 2000. Disponível em: <http://www.debatefeminista.com/descargas.php?archivo=femini1079.pdf&id_articulo=1079>.

ORTNER, Sherry. Poder e Projetos: reflexões sobre a agência. In: GROSSI, Miriam Pillar; ECKERT, Cornelia; FRY, Peter (orgs.). “Conferências e Diálogos” saberes e práticas antropológicas. Blumenau: Nova Letra, 2007. Disponível em: <http://www.abant.org.br/conteudo/livros/ConferenciaseDialogos.pdf>.

PEIRANO, Mariza. A teoria vivida – reflexões sobre a orientação em Antropologia. Florianópolis, Revista Ilha, v.6, n.1 e n.2, julho de 2004, pp. 209-218. Disponível em <https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/16679/15273>.

RAWLS, John. A idéia da razão pública revisitada.

RODRIGUES, Lea Carvalho; ORTOLAN, Maria Helena; GONÇALVES, Alícia Ferreira. Antropologia e políticas públicas: dos encontros históricos ao diálogo teórico e metodológico. In: RODRIGUES, Lea Carvalho; SILVA, Isabelle Braz Peixoto da (orgs). Saberes locais, experiências transnacionais: interfaces do fazer antropológico. Fortaleza: ABA Publicações, 2014. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/Antropologia-e-políticas-públicas-dos-encontros-históricos-ao-d.pdf>.

SCHWADE, Elisete. Poder do “sujeito”, poder do “objeto”. In: GROSSI, Miriam Pillar (org.). Trabalho de Campo e Subjetividade. Florianópolis, PPGAS, 1992. Disponível em: <http://www.miriamgrossi.cfh.prof.ufsc.br/pdf/Trabalho%20de%20Campo%20&%20Subjetividade.pdf>.

TEIXEIRA, Carla Costa. Apresentação, Introdução e Capítulo I (A natureza demoníaca da política). In: ________. A Honra da Política. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1998. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/TEIXEIRA-Carla-Costa.-Apresentação-Introdução-e-Capitulo-I-A.pdf>.

TEIXEIRA, Carla Costa; LIMA, Antônio Carlos de Souza. A Antropologia da Administração e da Governança no Brasil: uma Área Temática ou um Ponto de Dispersão? [No Prelo]

TRAVERSINI, CS, Bello SEL. O numerável, o mensurável e o auditável: estatística como tecnologia para governar. Educ Real. 2009 mar/ago; 34(2):135-52. Disponível em <http://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/8267/5535>.

VALE DE ALMEIDA, Miguel. Orientação sexual e direitos humanos universais. In. _____. A chave do armário: homossexualidade, casamento, família. Florianópolis: Editora da UFSC, 2010. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/VALE-DE-ALMEIDA-Miguel.-Orientação-sexual-e-direitos-humanos-u.pdf>.

VELHO, Gilberto. O estudo do comportamento desviante: a contribuição da antropologia social. In: _____. Um antropólogo na cidade: ensaios de antropologia urbana. Rio de Janeiro: Zahar, 2013. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/Gilberto-Velho.pdf>.

VERNANT, Jean-Pierre. Tecer a Amizade. In: ______. Entre Mito & Política. São Paulo, EDUSP, 2001. Disponível em <http://www.generoediversidade.ufba.br/wp-content/uploads/2014/07/136972231-2002-Entre-Mito-e-Politica-Jean-Pierre-Vernant.pdf>.

VICTORA, Ceres. O ético e o legal nos processos de apropriação profissional da experiência social. In: SARTI, Cynthia; DUARTE, Luiz Fernando (orgs.). Antropologia e ética: desafios para a regulamentação. Brasília: Associação Brasileira de Antropologia, 2013. Disponível em <http://www.abant.org.br/file?id=1313>.

UFBA. Manual de estilo acadêmico